sábado, 17 de janeiro de 2009

Não posso adiar o amor... não posso

Vi aqui e gostei... É realmente uma verdade... Não se deve adiar o amor... Nem outra coisa qualquer, a vida é demasiado curta para isso, e "mais tarde"," um dia"," amanhã" ou mesmo "daqui a pouco" poder ser tarde. Aprendi isso um dia... e tento não esquecer, mesmo porque seria um pouco impossível esquecer mas, o tempo, por vezes é lixado!!!




Não posso adiar o amor para outro século
Não posso
Ainda que o grito sufoque na garganta
Ainda que o ódio estale e crepite e arda
Sob montanhas cinzentas
E montanhas cinzentas
Não posso adiar este abraço
Que é uma arma de dois gumes
Amor e ódio


Não posso adiar
Ainda que a noite pese séculos sobre as costas
E a aurora indecisa demore
Não posso adiar para outro século a minha vida
Nem o meu amor
Nem o meu grito de libertação


Não posso adiar o coração



António Ramos Rosa

2 comentários:

Kris disse...

Não se pode mesmo adiar... mas quem sou para estar a falar...

baldocas disse...

Não, não se pode adiar nada na vida, e não é necessário ter-se esta ou aquela experiência ... simplesmente não se pode adiar nada na vida, nem o Amor, nem a Felicidade, nem um simples Sorriso ...