quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Hipérbole

Tu hiperbolizas muito!!!



Nota:

Em matemática, uma hipérbole é um tipo de secção cínica definida como a intersecção entre uma superfície cínica circular regular e um plano que passa através das duas metades do cone.

Ela também pode ser definida como o conjunto de todos os pontos para os quais a diferença das distâncias a dois pontos fixos (chamados de focos) é constante.

Para uma prova geométrica simples de que as duas caracterizações acima são equivalentes, veja esferas de Dandelin.

Algebricamente, uma hipérbole é uma curva no plano cartesiano definida por uma equação da forma

Ax2 + Bxy + Cy2 + Dx + Ey + F = 0

tal que B2 > 4AC, onde todos os coeficientes são reais, e onde mais de uma solução, definindo um par de pontos (x,y) na hipérbole, existe.

Hipérbole ou auxese é a figura de linguagem que incide quando há demasia propositada num conceito expressa, de modo a definir de forma dramática aquilo que se ambiciona vocabular, transmitindo uma idéia aumentada do autêntico.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


3 comentários:

Tanita disse...

Vê lá que só conhecia a hipérbole como figura de estilo e não como essas coisas da matemática!
E pessoalmente, gosto mais da figura de estilo!
:D

Liliane disse...

Pois... Eu sou bem ao contrário... Quando ouvi isso só imaginei uma hipérbole matemática... Alias nem espera outra coisa vinda de quem veio... Que só fala em % e coisas do género.

Jéssica Aguiar disse...

Amo secções conicas! Principalmente a Hipérbole.. o meu ritual é matemático, porém se resume no campo dos complexos (Imaginário), fazendo analogia com o conj dos numeros complexos